Histórias do Futebol, Maradona e "La Mano de Dios"

 
A mão de Deus! Assim é conhecido  até hoje, um dos gols mais importantes, e também improváveis, que já aconteceu em uma copa do mundo. Na ocasião, o maior craque argentino de todos os tempos, Diego Armando Maradona, protagonizou, na copa do mundo de 86, talvez o lance mais folclórico, da história do futebol, até hoje.
 
De resto, todos nós sabemos, oque aconteceu depois. Gol de mão, gol de gênio, Inglaterra fora, e Maradona chegando de vez ao seu ápice como atleta e ídolo de uma nação.
 
 
Mais, o que poucos sabem, é o que aconteceu, horas antes do jogo. Uma história incrível, digno de uma seleção que, mais tarde se consagraria bi campeão do mundo.
 
O fato foi que, logo após o jogo das oitavas de final contra o Uruguai, o técnico argentino Carlos  Bilardo estava profundamente insatisfeito com o peso do segundo jogo de camisas que sua seleção, usou. Segundo ele, era desconfortável e não apresentava os “furinhos” necessários para que os jogadores transpirassem bem e de maneira confortável, durante os jogos.
 
Então num ato de total irresponsabilidade, e também muita personalidade, pediu para que fossem feitos, os tais furinhos nos uniformes para o próximo duelo. A tensão estava estabelecida, porque ao exigir a mudança, Bilardo acabou danificando uma e deixando o conjunto de camisas incompleto.
 
O cenário estava criado, 48 horas antecedendo o jogo e a seleção argentina estava sem uniforme para entrar em campo. Depois de muitas visitas, em diversas lojas de material esportivo na Cidade do México, a delegação conseguiu enfim encontrar, uma camisa que chegava o mais perto possível, das cores da seleção, porém sem  os tais furos! O técnico relutou em aceitar, até que o próprio Dom Diego, foi até ele, apontou para as camisas e disse “Com essas ganhamos da Inglaterra!”  Pronto, estava dito e decido!
 
                   
 
 
Um mutirão de mulheres e costureiras foi convocado, e trabalharam durante a noite que antecedia o jogo, costurando o brasão da associação de futebol argentino, um a um nos uniformes, e customizando os números.
 
 
Relatos afirmam que até os jogadores ajudaram na tarefa, que terminou horas antes da partida. Um enredo apaixonante, digno de uma grande conquista.
 

André Simões

Troca de Camisas

artigos relacionados

deixe seu comentário

Você tem que está logado para comentar, entre com sua conta ou cadastre-se.
Receba as últimas novidades do nosso portal. Inscreva-se!